Mosaico da Vila

E repare o leitor como a língua portuguesa é engenhosa. Um contador de historias é justamente o contrario do historiador, não sendo um historiador, afinal de contas, mais do que um contador de histórias
Machado de Assiso leitor como a língua portuguesa é engenhosa. Um contador de historias é justamente o contrario do historiador, não sendo um historiador, afinal de contas, mais do que um contador de histórias" Machado de AssisOSAICO DA VILA
E repare o leitor como a língua portuguesa é engenhosa. Um contador de historias é justamente o contrario do historiador, não sendo um historiador, afinal de contas, mais do que um contador de histórias" Machado de AssisICO DA VILA
E repare o leitor como a língua portuguesa é engenhosa. Um contador de historias é justamente o contrario do historiador, não sendo um historiador, afinal de contas, mais do que um contador de histórias" Machado de Assisepare o leitor como a língua portuguesa é engenhosa. Um contador de historias é justamente o contrario do historiador, não sendo um historiador, afinal de contas, mais do que um contador de histórias" Machado de Assis

Conto inesperado


Caminhou rumo à janela onde se vergou sob a soleira e passou a fitar a paisagem da velha cidade...


Seu olhar distante e miúdo perdia-se em meio à cor cinza do mês de outubro. Olhava para quem ia e quem vinha, se quer se mexia, parecia estar hipnotizada, mas a bem da verdade, ali não ocorria nada para ser admirado.


Inesperadamente fechou a janela e recolheu-se dentro de casa num mistério só. A mulher enlutada era Matilde que ainda hoje espera o marido que foi a feira e nunca mais voltou.


junior vianna

4 comentários:

Blog Piauí disse...

Olá, tudo bem? Estamos vindo até você para convida-lo à fazer parte do BlogPiauí. O BlogPiauí é um espaço para reunião de todos os Blogueiros Piauienses. Aqui poderemos trocar idéias, nos divulgarmos, dar dicas uns aos outros, aprender coisas novas e muito mais. Será um prazer tê-lo na nossa lista de Blogueiros. Visite-nos e deixe seus dados para adicionarmos você:
- Nome;
- Endereço de Blog;
- E-mail;
- E a título de pesquisa, nos informe de qual cidade/estado você está nos acessando agora.

Esperamos você.

:: blogpiaui5.blogspot.com

Cynthia Osório disse...

cena cotidiana,lenta como a espera de Matilde. Esse conto é presa fácil aos olhos da imaginação. Parabéns!

mambenga23 disse...

Parabéns! Cada cidade possui suas particularidades. Esmeralda, não é única, quantas outras esmeraldas existiram e ainda existem no anonimato. Aqui, foi Maria Luiza, Princesa, "Contra-peso", violeta, (sim nome de flor) mas uma das mais famosas foi minha "bisavó"
"Luiza Caburé", que num período não tão distante receberá o nome de um "Espaço Cultural" ao lado de minha "moradia" com o Título "Espaço Cultural Progênie de Mãe Luiza Caburé".

cleidsonmadeira disse...

Coitadinha da Matilde! Esse é o texto que mais gosto, toda vez eu leio ele quando visito o Mosaico da Vila.